Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.
  • Em Recife: João Azevêdo participa de reunião do Condel e projeta investimentos de mais de R$ 1 bilhão na Paraíba

    O governador João Azevêdo participou, nesta quinta-feira (12), em Recife, capital de Pernambuco, da 26ª reunião ordinária do Conselho Deliberativo da Superintendência do Nordeste (Condel/Sudene), ocasião em que foi definida a distribuição dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o exercício financeiro de 2020, que prevê a destinação de mais de R$ 1 bilhão para a Paraíba. A solenidade, que contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, também foi marcada pela posse do novo secretário executivo do Condel e superintendente da Sudene, Douglas Cintra.

    Na reunião do Condel, João Azevêdo defendeu a aprovação, no Congresso Nacional, do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) e o encaminhamento de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que visa a destinação de 30% dos recursos do FNE para o financiamento de obras de infraestrutura. O gestor também pleiteou ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) a conclusão das obras do eixo norte da transposição do Rio São Francisco, além da segurança jurídica dos contratos de financiamentos por parte do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

    “Essa foi uma reunião extremamente importante porque foram definidos os percentuais para cada estado do FNE; a Paraíba receberá mais de R$ 1 bilhão que serão investidos nas mais diversas áreas de desenvolvimento do estado”, destacou o governador.

    Ele ainda elencou as demais propostas apresentadas no encontro. “Nós também apresentamos uma proposta para ser levada ao governo federal que prevê a utilização de 30% do FNE para financiamento da infraestrutura e pedimos ao Banco do Nordeste a manutenção de valores que foram estabelecidos originalmente em contratos, principalmente, na área de produção de energia eólica”, acrescentou.

    O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, ressaltou o papel da Sudene como um instrumento essencial para o crescimento do Nordeste. “Nós precisamos assegurar dignidade e cidadania a todos e não há como pensar em desenvolvimento do Brasil, sem pensar no desenvolvimento do Nordeste. Já evoluímos muito, mas é preciso evoluir mais e, por isso, defendemos uma instituição forte como a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste”, disse.

    O superintendente da Sudene, Douglas Cintra, afirmou que pretende trabalhar para fomentar o desenvolvimento sustentável e inclusivo do Nordeste com a cooperação dos gestores da região. “Executar um modelo econômico que permita a qualidade de vida do nordestino é um desafio, mas vamos buscar a criação de novas oportunidades para assegurar uma região próspera, com uma gestão moderna de recursos. Nós temos a transparência, sustentabilidade, inovação e tecnologia como pilares e vamos conversar com todos os governadores para promover um trabalho conjunto para garantirmos o desenvolvimento do Nordeste”, pontuou.

    No encontro também foram aprovadas as diretrizes do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) para o exercício de 2020 e moções em comemoração aos 60 anos da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste e em defesa e manutenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Na solenidade ainda foi realizada a assinatura de acordo de cooperação entre a Sudene e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para viabilizar ações conjuntas previstas no PRDNE.

    Também estiveram presentes, os governadores Belivaldo Chagas (Sergipe), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Wellington Dias (Piauí), além da governadora em exercício de Pernambuco, Luciana Santos, da vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, senadores, deputados federais, prefeitos e autoridades dos governos federal e estaduais.

    Os secretários Deusdete Queiroga (Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente); Marialvo Laureano (Fazenda); e Ronaldo Guerra (chefe de gabinete do governador) também participaram da reunião.

  • Professor universitário recebe cidadania pessoense na CMJP

    Nesta quinta-feira (12), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou sessão solene para entregar o Título de Cidadão Pessoense ao professor universitário Wilson Honorato Aragão. Nascido em Puxinanã, na Paraíba, o homenageado, além do exercício do magistério, tem uma trajetória de vida ligada aos movimentos sindicais e à defesa dos direitos dos trabalhadores na área de educação. A propositura foi do vereador Marcos Henriques (PT).

    Casado com Stefany Thyene, Wilson Honorato tem mestrado e doutorado em educação, é o atual diretor do Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e atuou em outras funções, como presidente da Associação do Magistério Público do Estado da Paraíba e da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Ainda menino, na década de 60, veio para Capital, onde estudou em várias escolas públicas, como Zumira de Novais, Colégio Estadual de Cruz das Armas e Lyceu Paraibano. Formou-se em educação física pela UFPB.

    Professor universitário há 28 anos, iniciou sua carreira nos colégios Costa e Silva e Castro Alves, em João Pessoa. Além disso, escreveu alguns livros, entre eles o que fala sobre “As contradições do Cotidiano”. Wilson Honorato conheceu o vereador Marcos Henriques como militante atuante dos movimentos sindicais promovidos pela direção do Sindicato dos Bancários, e na luta pela classe trabalhadora, na década de 90.

    “Wilson sempre foi um militante de esquerda da classe trabalhadora. São pessoas como essas, que defendem os direitos humanos e a vida, combatem o preconceito e o ódio, que merecem todo o nosso reconhecimento e o nosso valor”, declarou Marcos Henriques, acrescentando que “a cidade de João Pessoa está tendo o privilégio de ter Wilson como cidadão”.

    Já o homenageado não esconde o amor que tem pela Capital. “Foi João Pessoa que me ensinou a viver e me deu condições para trabalhar. Essa homenagem não é só minha, é de todas as pessoas que fazem parte da minha vida, minha família, amigos, militantes dos movimentos sindicais e da classe trabalhadora”, afirmou o professor universitário.

    A solenidade reuniu familiares e amigos do homenageado, como um dos filhos, Luciano Aragão; uma das irmãs, Wilma Aragão; a vereadora Sandra Marrocos (PSB); os professores Luiz Júnior e Swany Soares, vice-diretor do Centro de Educação da UFPB; bem como a esposa, Stefany Thyene.

  • Pesquisa do Procon-JP constata que 76 postos baixaram o preço da gasolina e 10 praticam o menor preço: R$ 4,19

    Dez postos de combustíveis estão praticando o menor preço da gasolina na Capital: R$ 4,190, segundo pesquisa comparativa realizada no dia 10 de dezembro pelo Procon-JP. O levantamento também constatou que 76 estabelecimentos reduziram o preço do produto em relação ao último dia 14 de novembro, quando o menor valor estava em R$ 4,219. Nove postos aumentaram e 17 mantiveram.

    O consumidor pode encontrar o menor preço da gasolina nos seguintes postos: Millenium (Água Fria); SIM (Água Fria); Boa Viagem (Distrito Industrial); Três Lagoas (Costa e Silva); Esutra (Ernani Sátyro); Texas (Funcionários II); Cajueiro (Geisel ); Estrela do Geisel (Geisel); Comercial (Geisel); Valentina (Valentina); e Maxi (Oitizeiro).

    Já o maior preço da gasolina registrou alta, sendo praticado a R$ 4,79 (Posto Expressão – Bessa). A pesquisa foi realizada nos 103 postos que estão em atividade na Capital. O secretário Helton Renê informa que a pesquisa do Procon-JP considerou os preços para as formas de pagamento à vista e no cartão de crédito ou débito.

    Helton Renê salienta que a fiscalização da Secretaria vai continuar a monitorar os preços de todos os combustíveis, principalmente aqueles em que houve anúncio de aumento. “Estamos cientes de que os preços dos combustíveis continuam a ser um dos menores do Nordeste e não vamos deixar que eles ‘alcem voos’. Nossa missão é fazer com que o preço se mantenha dentro do razoável, levando em conta, inclusive, a realidade do mercado local”, afirmou.

    Álcool também baixou – O menor preço do álcool também registrou redução, saindo de R$ 3,080 em novembro para R$ 2,790 (postos Boa Viagem – Distrito Industrial, Três Lagoas – Costa e Silva, e Texas – Funcionários II). O maior preço do produto se manteve em R$ 3,299 (Postos Ale –Bairro das Indústrias, Bancários – Bancários, e Select – Tambaú). Nenhum posto aumentou, 11 mantiveram e 90 reduziram o preço do etanol.

    Diesel S10 – Já o menor preço do óleo diesel S10 subiu de R$ 3,499 (pesquisa de 14 de novembro) para R$ 3,549 (SIM–Água Fria). O maior valor continua em R$ 3,899 (Texas – Funcionários II, Quadramares – Manaíra, Select Big – Tambaú). Vinte postos reduziram, 50 mantiveram e 15 aumentaram o preço do produto em comparação com a pesquisa do mês passado.

    GNV – Quanto ao Gás Natural Veicular (GNV), o menor preço também mostrou baixa, caindo R$ 3,660 para R$ 3,589 (Estrela do Geisel – Geisel) e, o maior voltou a R$ 3,719 (Posto Z – Cidade Universitária), quando no levantamento anterior estava em 3,699 (Postos Santa Júlia – Expedicionários). Dos 12 estabelecimentos que comercializam o produto na Capital, quatro reduziram e oito mantiveram o preço.

    O panfleto para abastecer com os melhores preços no link:  https://bit.ly/2RHgtf5

    Para acessar a pesquisa completa, acesse o link: https://bit.ly/35djRlF ou acesse o portal da Prefeitura de João Pessoa ( www.joaopessoa.pb.gov.br ) ou ainda o site do Procon-JP ( www.proconjp.pb.gov.br ).

  • Parlamentar defende prerrogativa de fiscalizar ações do Executivo

    Parlamentar defende prerrogativa de fiscalizar ações do Executivo

    Da tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na manhã desta quarta-feira (11), o vereador Leo Bezerra (PSB) defendeu a prerrogativa dos parlamentares de fiscalizarem as ações da Administração Municipal. O parlamentar cobrou mais tempo para analisar as 20 páginas do Projeto de Lei (PL) 1.638/2019, do Executivo, que autoriza a realocação de dotações orçamentárias através do remanejamento e da transferência de recursos em diversos órgão no valor R$ 94.387.274,03. A matéria está em vias de votação no Plenário da Casa.

    “É com satisfação que subo a esta tribuna, porque sei que temos avançado nas melhorias para nossa cidade. Em algumas matérias do Executivo entramos em consenso, mas em outras não podemos nos furtar a debater e discutir sobre elas. Fui eleito para legislar e para fiscalizar o Executivo Municipal, e não abro mão dessa prerrogativa, porque precisamos saber o que está sendo feito com o dinheiro do povo”, enfatizou Leo Bezerra. O vereador destacou que, no início deste ano, alertou sobre problemas em uma suplementação orçamentária encaminhada pelo Executivo que poderia incorrer em improbidade administrativa e o erro foi sanado.

    Para o parlamentar, o projeto apresentado carece de uma apreciação mais detalhada sobre cada realocação de recursos nos mais diversos órgãos do Município. “É humanamente impossível analisar o remanejamento de R$ 94 milhões sem um tempo hábil para esse fim”, alegou.

    Leo Bezerra enfatizou que a sociedade precisa conhecer pormenorizadamente as realocações nos diversos órgãos da Prefeitura para, inclusive, saber qual o orçamento disponível para a cidade. Ele ainda sugeriu que houvesse uma análise sobre todas as realocações solicitadas pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV), desde o início deste ano, até o momento.

    O vereador destacou que muitos recursos estão sendo realocados para o Gabinete do Prefeito. “São R$ 163 mil para remuneração de pessoal. Enquanto isso, mais dinheiro está sendo retirado do Hospital Santa Isabel, do Trauminha e das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Será que todas estão em perfeitas condições?”, questionou. “São R$ 257 mil retirados da Estação Ciência, que poderiam servir para reabrir o mirante, que encontra-se fechado, privando a população de desfrutar de uma vista privilegiada da nossa cidade”, comentou.

    Leo Bezerra continuou destacando outras retiradas: R$ 4 milhões das obras de galerias pluviais e esgotos; R$ 2,4 milhões da Habitação (reurbanização e regularização de assentamentos precários); R$ 1 milhão da Atenção Básica; R$ 180 mil das Unidades de Saúde.

  • Luciano Cartaxo libera R$ 1,9 milhão do Banco Cidadão e gestão chega à marca de R$ 52,5 milhões investidos no microcrédito

    O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, libera, às 9h desta quinta-feira (12), no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, mais R$ 1.935.800,00 em microcrédito do programa Banco Cidadão para 350 pequenos e microempresários de João Pessoa. As vésperas das festas de fim de ano, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) dá mais um impulso para os pequenos negócios investirem em reforma, capital de giro e mercadorias para comercializar neste período de aquecimento da economia. Com esta entrega, o maior programa de microcrédito da história de João Pessoa, que vem sendo desenvolvido desde 2013, supera a marca de R$ 52,5 milhões em investimentos. A iniciativa integra a ação ‘Cidade que tem mais Oportunidades’, com uma série de iniciativas que visam fortalecer a economia da Capital, o turismo e a geração de emprego e renda.

    Serviço

    Assunto: Luciano Cartaxo libera R$ 1,9 milhão do Banco Cidadão e gestão chega à marca de R$ 52,5 milhões investidos no microcrédito;

    Dia: Quinta-feira (12);

    Hora: 9h;

    Local: Auditório do Centro Administrativo Municipal

  • CMJP homenageia 104 anos de existência do Esporte Clube Cabo Branco

    Os 104 anos do Esporte Clube Cabo Branco foram comemorados, na tarde desta quarta-feira (11), durante sessão especial realizada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). A propositura foi do vereador Bruno Farias (Cidadania). A solenidade, conduzida pelo presidente da Casa, vereador João Corujinha (DC), contou com a presença de conselheiros, ex-presidentes, ex-atletas e representantes da atual administração da entidade.

    Em seu discurso, Bruno Farias destacou que uma cidade não é feita apenas de pessoas e momentos, mas, sobretudo, de alma e sentimento. “E todo mundo que reside em João Pessoa, nascido ou não aqui, tem amor pelo Cabo Branco, que está sempre presente em nossos corações”, acrescentou o parlamentar.

    De acordo com ele, o Clube sempre foi e será palco de grandes acontecimentos esportivos, culturais, econômicos e políticos da história da Paraíba. “O Cabo Branco sempre foi presente na vida de muitas pessoas da nossa cidade. São gerações inteiras que, através do esporte e da vida social, trilharam os caminhos do Clube”, comentou.

    Bruno Farias afirmou ainda que, apesar de muitos clubes sociais terem acabado, um jovem, Gilberto Ruy, mais conhecido como “Giba”, foi eleito para liderar a redenção financeira, esportiva e cultural da entidade, que completa mais de um centenário de existência esse mês. “Por isso, fico muito feliz em participar das comemorações do Clube centenário que é amado por todos nós”, destacou.

    Emocionado, o presidente do Esporte Clube Cabo Branco, Giba, agradeceu a inciativa do vereador, e o apoio que vem recebendo do pai, dos conselheiros e dos funcionários do Clube. No cargo há três anos e seis meses, o dirigente lembrou das turbulências financeiras e administrativas enfrentadas quando assumiu a gestão cabo branquense.

    Além dos problemas financeiros sanados, Giba afirmou que, na sua gestão, reativou e vem fortalecendo vários eventos culturais e festivos, como o Vermelho e Branco e o Jantar Dançante, bem como atividades esportivas, a exemplo do futsal, natação, tênis, beach tennis e futebol de campo. Ele lembrou que o Clube Cabo Branco tem dez campeonatos paraibanos de futebol e permanece, até hoje, em quarto lugar no ranking estadual em matéria de títulos, atrás apenas do Botafogo da Paraíba, Treze e Campinense.

    O presidente do Clube contou que a entidade foi criada por um grupo de jovens, em 13 de dezembro de 1915, com o objetivo de formar um time de futebol, tendo a sede inicial instalada no bairro do Altiplano Cabo Branco e depois transferida para o bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. “Na década de 50, instalou-se em Miramar, onde está até hoje”, completou.

    A homenagem na CMJP faz parte da programação alusiva ao aniversário do Esporte Clube Cabo Branco, que teve início no dia 1º de dezembro e vai até o dia 15 (sábado) desse mês, com a realização de várias atividades festivas e esportivas. Dentre as personalidades presentes na sessão, estavam o vereador Marcos Henriques (PT); o ex-vereador, conselheiro e ex-presidente do Clube, Tavinho Santos; a presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michele Ramalho; o também ex-presidente do Clube, Guilherme Carvalho, mais conhecido como “Novinho”; e o presidente da Federação Paraibana de Futsal, professor Bosco Crispim.

  • João Azevêdo anuncia pagamento do Abono Natalino a partir desta terça-feira para mais de 500 mil famílias

    O governador João Azevêdo divulgou, nesta segunda-feira (9), durante o programa Fala Governador, o calendário de pagamento do Abono Natalino que beneficia mais de 516 mil famílias paraibanas. O Abono Natalino, pago aos beneficiários do programa Bolsa Família, estará disponível a partir desta terça-feira (10). Este ano, o valor do benefício foi ampliado de R$ 32 para R$ 64. Serão mais de R$ 37 milhões injetados na economia paraibana.

    O pagamento às famílias contempladas com o Abono Natalino é realizado de acordo com dados do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) e obedece a terminação do Número de Identificação Social (NIS). De acordo com o calendário, neste dia 10 de dezembro recebem os beneficiários com NIS final 1; no dia 11 – NIS final 2; dia 12 – NIS final 3; dia 13 – NIS final 4; dia 16 – NIS final 5; já no dia 17 – NIS final 6; dia 18 – NIS final 7; dia 19 – NIS final 8; no dia 20 – NIS final 9 e no dia 23 de dezembro – NIS final 0.

    Durante o programa, o governador João Azevêdo enfatizou que o Abono Natalino vai injetar valores importantes na economia do Estado. “Mais uma vez, o Governo cumpre a promessa feita: primeiro dobramos o valor do benefício, que era R$ 32 e subiu para R$ 64, e agora estamos confirmando o pagamento a partir do dia 10. Lembrando que amanhã o Governo do Estado paga também a segunda parcela do 13º salário para os servidores. São mais recursos injetados na economia do Estado, fazendo com que essa economia gere mais emprego e renda para a população”, frisou.

    O pagamento do Abono Natalino, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano, ocorrerá em todos os 223 municípios paraibanos, através das agências, lotéricas e dos correspondentes bancários ligados à Caixa Econômica Federal.

  • CMJP aplaude Auto Esporte por conquista de título paraibano de futebol feminino

    A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou, na sessão ordinária desta terça-feira (10), Voto de Aplauso à equipe feminina de futebol Auto Esporte pela conquista do título paraibano de 2019, no último sábado (7). O requerimento foi de autoria da vereadora Sandra Marrocos (PSB), subscrito pelos demais vereadores.

    O vereador Humberto Pontes (Avante) afirmou que é torcedor do time e foi ex-presidente do clube da seleção masculina. “Sou torcedor e fico feliz em ver o time feminino se destacando. Vocês são o orgulho de todos nós torcedores automobilísticos”, afirmou o parlamentar, se referindo às atletas presente nas galerias da Casa.

    Para Marcos Henriques (PT), o futebol feminino precisa de mais investimentos. “Sei da dificuldade pela qual o futebol feminino passa, as meninas às vezes não tem dinheiro nem para o transporte. É necessário que haja mais investimentos, não só do governo municipal, como do estadual também. Parabenizo a equipe”, concluiu o vereador.

    Bruno Farias (Cidadania) espera que o Auto Esporte possa motivar outras equipes no futebol feminino. O parlamentar ainda lamentou a situação do local onde foi disputada a final do campeonato. “É preciso que haja incentivo para que a equipe possa ser referência e exemplo para outras, e o investimento no futebol feminino seja uma realidade na Paraíba e no Brasil. Lamento a situação que estava o estádio da Graça durante a partida final, não estava à altura da prática do futebol. Peço providências à Prefeitura da Capital”, solicitou.

    Lucas de Brito (PV) ressaltou a importância da CMJP se colocar à disposição do time para os novos desafios. “A mensagem que a Câmara quer passar é que a equipe pode contar com esse parlamento, não só nesse momento de celebração, mas nos desafios que virão pela frente. O poder público precisa ter compromisso permanente com o desporto paraibano para que suas vitórias continuem orgulhando o Estado, e que as dificuldades não sejam obstáculos para a vitória”, declarou.

    “Ver o futebol feminino se destacando é gratificante. O que desejo é que todos os times tenham oportunidades iguais, principalmente de incentivos financeiros. Contem com a minha voz e com o mandato que represento”, afirmou Sandra Marrocos, autora do Voto de Aplauso.

    A vereadora Eliza Virgínia (Progressistas) defendeu a luta pelas mulheres cis no esporte feminino. O vereador Carlão (DC) afirmou que estava torcendo para o time adversário ao Auto Esporte, o Mixto-PB, mas que a competição foi leal e o Voto de Aplauso merecido. Sérgio da Sac (Solidariedade) parabenizou não só o time campeão, mas todos os times que conseguiram jogar o campeonato paraibano. Tibério Limeira destacou que a vitória conquistada pelo Auto Esporte é extremamente importante, diante das dificuldades enfrentadas, e leva a Paraíba para o campeonato nacional.

    Vereadora cobra pagamento de premiação

    Sandra Marrocos ainda recebeu aprovação para requerimento solicitando esclarecimentos da presidenta da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho, a respeito do não pagamento do prêmio referente ao campeonato paraibano de futebol feminino. Segundo a parlamentar, ano passado o pagamento para o time masculino foi no valor de R$ 90 mil e para o feminino de R$ 8 mil.

    “Quero crer que o não pagamento foi um mal entendido e que a premiação será feita. Enviei ofício para a FPF solicitando uma audiência, amanhã à tarde, para discutir o assunto. Nós não aceitaremos essa discrepância entre os prêmios do ano passado. Esse ano está muito pior, porque nem o pagamento foi feito. Nós não vamos aceitar o calote nas mulheres”, enfatizou Sandra Marrocos, citando emenda de sua autoria para o futebol feminino no valor de R$ 100 mil.

    O vereador Humberto Pontes também espera que seja um ‘mal entendido’. “É inaceitável esse preconceito e discriminação com o Auto Esporte. Faço questão de fazer parte da audiência com a presidente da federação, e quero crer que tenha sido um mal entendido para que seja garantida a premiação da equipe”, declarou.

  • Luciano Cartaxo autoriza início da nova etapa das obras de proteção da Barreira do Cabo Branco nesta quarta

    O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autoriza, na manhã desta quarta-feira (11), o início da segunda etapa da histórica obra de proteção da Falésia do Cabo Branco. Paralelo às obras da drenagem (primeira etapa do projeto), que estão sendo executadas com recursos próprios na parte de cima da barreira e considerada a parte mais importante na área continental, o projeto desenvolvido pela Secretaria de Planejamento (Seplan) tem continuidade agora com o enrocamento. Ou seja, a colocação de rochas no sopé da barreira para evitar que o mar a atinja e continue provocando sua erosão. A atual gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) é a responsável pela intervenção que, após décadas de debates, coloca em prática um projeto concreto para a proteção da barreira. Essa segunda etapa é fruto do projeto idealizado e apresentado ao Ministério do Desenvolvimento Regional, que já foi aprovado e contou com o apoio da bancada federal para a liberação dos recursos.

     

    SERVIÇO

    Assunto: Luciano Cartaxo autoriza início da nova etapa das obras de proteção da Barreira do Cabo Branco;

    Dia: Quarta-feira (11);

    Hora: 9h;

    Local: Final da Avenida Cabo Branco, na subida para a Barreira.

  • Pesquisa do Procon-JP encontra diferença de R$ 112,00 no preço do uísque

    A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor antecipa a pesquisa de preços para bebidas para quem pretende consumir o produto nas festas de final de ano e encontrou uma diferença no preço do uísque Johnnie Walker Blue Label, 21 anos, 750ml, com preços entre R$ 729,00 (Bemais – Bancários) e R$ 842,00 (Santiago – Torre).  A pesquisa completa está disponível no link: https://midi.as/JWW2

    A maior variação, 100,00%, no entanto, ficou com o uísque Teachers 1000 ml, com preços entre R$ 29,98 (Bemais – Bancários) e R$ 59,99 (Pão de Açúcar – Epitácio Pessoa), diferença de R$ 30,01. O levantamento do Procon-JP traz valores de 179 itens e foi realizado em nove supermercados da Capital.

    Para o secretário Helton Renê é importante que as pessoas que pretendem adquirir bebidas por estes dias consultem a pesquisa de preços do Procon-JP já que as diferenças para uma mesma marca e quantidade do produto são bem significativas. E aconselha: “Também é importante que beba com moderação se for dirigir, até mesmo por uma questão de saúde e também para não causar nenhum dano a si e aos outros, já que são muitas as comemorações nesta época do ano”.

    Mais diferenças  – A pesquisa do Procon-JP registrou outras grandes oscilações nos preços, a exemplo do uísque Chivas Regal 12 anos 750 ml, R$ 79,10, com preços entre R$ 119,90 (La Torre – Torre) e R$ 199,00 (Hiper Bompreço – Centro); uísque Logan, 12 anos, 700ml, R$ 35,00, com preços entre R$ 84,99 (Santiago – Torre) e R$ 119,99 (Pão de Açúcar – Epitácio Pessoa); uísque Ballantines 12 anos 1000ml, R$ 33,09, com preços entre R$ 76,90 (Hiper Bompreço – Centro) e R$ 109,99 (Manaíra – Manaíra).

    A pesquisa visitou os seguintes supermercados: Latorre e Santiago (Torre); Carrefour (Bessa); Hiper Bompreço (Lagoa); Extra e Pão de Açúcar (Epitácio Pessoa); Manaíra (Manaíra); Bemais (Bancários); Super Box Brasil (Geisel).

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios