Médico paraibano Marcelo Queiroga assume Ministério da Saúde em cerimônia restrita

Queiroga assumiu o Ministério da Saúde em cerimônia com portas fechadas.

O médico paraibano Marcelo Queiroga foi nomeado e empossado como ministro da Saúde na tarde desta terça-feira (23), pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele assume o comando da pasta no lugar do general Eduardo Pazuello no momento mais crítico da pandemia de Covid-19. Para oficializar a posse, ainda é preciso que a nomeação dele seja publicada no Diario Ocial da União (DOU), o que ainda não aconteceu.

A transição de poder se deu em uma cerimônia a portas fechadas. A posse pegou de surpresa líderes partidários e os assessores mais próximos de Pazuello, que não ficaram sabendo da oficialização. A expectativa era que Queiroga assumiria o ministério apenas na quinta-feira, dia 25. O ex-ministro general Eduardo Pazuello, deve ser direcionado a um cargo no setor do Ministério da Economia.

Desde semana passada que o cardiologista aguardava pela nomeação. Nesse tempo, Queiroga se desligou de uma clínica da qual ele constava no site da Receita Federal como sócio-administrador. Como servidor público, ele é proibido participar de gerência ou administração de sociedade privada, atendendo à lei 8.112, de 1990.

Clickpb

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios