Diálogo e compromisso

Sedurb reúne comerciantes para disciplinar ordenamento da orla

Para viabilizar uma melhor convivência na orla urbana de João Pessoa e por também compreender a necessidade dos comerciantes informais de garantir a sua renda, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) promoveu mais um encontro com a categoria. Participaram os responsáveis por aluguéis de cadeiras, sombrinhas e ambulantes, que atuam nas praias de Cabo Branco, Tambaú e Bessa. Em breve, após a regularização desses profissionais, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai padronizá-los (com crachá e uniforme), proporcionar capacitações e disciplinar a ocupação do espaço.

O encontro dá continuidade ao conjunto de ações que vêm sendo desenvolvidas pela Prefeitura para disciplinar o uso de solo público na praia. O diálogo foi mediado pelo chefe de gabinete da Secretaria, Eduardo Pedrosa, e pelo diretor de Serviços Urbanos, José Carlos Rodrigues. Num primeiro momento, a categoria mostrou, por meio de slides, situações vividas durante gestões anteriores, sugestões que foram discutidas com representantes da Sedurb anteriormente e agradeceu a oportunidade de diálogo que está ocorrendo atualmente.

Os representantes dos comerciantes informais se comprometeram em se cadastrar na Sedurb, com pedido de uso de solo. Eles também estão cientes de que vão precisar renovar essa autorização a cada seis meses e pagar uma taxa fixa, que será discutida com a categoria.

“Felizmente, estamos tendo a oportunidade de construir essa parceria com a Prefeitura pela primeira vez. A gente tá vendo que do jeito que está, não dá para ficar, a população tem reclamado que falta espaço pro banhista que vem com a sua família, inclusive na imprensa, e a gente precisa mostrar essa organização e colaboração com o poder público”, destacou a representante dos comerciantes, Márcia Medeiros.

Desde o mês passado, por meio da Sedurb, uma série de ações está sendo desenvolvida para garantir o ordenamento da orla. “A gente entende que o trabalho de vocês tem uma importância fundamental, tanto para os moradores, como para os turistas, no entanto, é com o ordenamento do local que a gente vai aproximar a sociedade civil, para consumir com segurança o serviço que vocês oferecem. É do nosso total interesse padronizar e capacitar todos, mas precisamos que seja feita essa regularização o quanto antes”, destacou Eduardo Pedrosa.

“A gestão atual se preocupa com os espaços públicos e esse momento é fundamental, uma oportunidade ímpar. Queremos trabalhar por uma cidade mais humana, que possa agradar a todos. O caminho para que isso seja feito é este, a parceria entre o poder público e as pessoas que estão lá, prestando o serviço”, destacou José Carlos Rodrigues.

Trabalho contínuo – Existe ainda o Fórum Permanente Municipal de Ordem Pública, que conta com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob). O fórum tem intensificado ações na região da orla, para proporcionar um melhor convívio e aproveitamento do espaço público.

  • Texto: Andrezza Carla
    Edição: Thadeu Rodrigues
    Fotografia: Dayse Euzébio

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios