Parecer do MPE é contra impugnação de Cícero pedida por Wallber Virgolino

O Ministério Público Eleitoral emitiu um parecer, assinado pelo promotor Alexandre Varandas, no sentido de que a ação da Coligação Coragem para Fazer o Novo, encabeçada pelo candidato a prefeito de João Pessoa Wallber Virgolino (Patriota) seja julgada improcedente. O entendimento do MPE é pelo deferimento do registro do candidato Cícero Lucena (Progressistas).

Em seu parecer o MPE afirma que “ a parte autora deduziu no corpo de seu petitório o conhecimento de uma ação capaz de ensejar a inelegibilidade do promovido, todavia argumentou que ela estaria protegida pelo segredo de justiça (fato não provado), o que a impediu de ter acesso a seu conteúdo, objeto inclusive de requerimento formalizado nestes autos. Do mesmo modo, ressaltou estar ciente de que a condenação havia sido suspensa por decisão judicial, fato que se inteirou através da imprensa”.

Para Cícero o parecer ministerial é mais uma demonstração que não adianta tentar ganhar no tapetão. “Alguns ainda não entenderam que esta eleição é no voto e que caberá ao povo decidir o próximo prefeito”, desabafou.

Parlamentopb

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios