Árbitro carioca comanda Botafogo e Treze e paraense apita Sousa e Campinense

A escala de árbitros para as partidas de ida da fase semifinal (mata-mata) do Campeonato Paraibano terão árbitros de outras federações. Conforme os nomes divulgados pela comissão de arbitragem da Federação Paraibana de Futebol.

Para comandar o encontro entre Sousa e Campinense, sexta-feira, às 20h15, no estádio Marizão, o árbitro é Dewson Freitas, do Pará. Enquanto que o clássico Botafogo e Treze, no estádio Almeidão, às 21h30, o árbitro é Wagner Nascimento Magalhães, do Rio de janeiro.

Escala completa

SOUSA X CAMPINENSE

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (CBF-PA)
Árbitro Assistente nº 1: Luis Filipe Gonçalves Correia (CBF-PB)
Árbitro Assistente nº 2: Ruan Neres Souza de Queiros (CBF-PB)
Quarto Árbitro: Diego Roberto Souza de Melo (CBF-PB)
Quinto Árbitro Reserva: Geraldo Félix de Brito Filho (FPF)
Árbitro Assistente Reserva: Samaro de Lucena Ribeiro (FPF)
Analista de Campo: Miguel Félix de Oliveira (CBF-PB)

BOTAFOGO X TREZE

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Árbitro Assistente nº 1: Paulo Ricardo Alves Farias (CBF-PB)
Árbitro Assistente nº 2: Gleydson Francisco (CBF-PB)
Quarto Árbitro: Josemarques Domingos Lins (FPF)
Quinto Árbitro: Luan Galdino dos Santos (FPF)
Árbitro Assistente Reserva: Paccelli Thiago de Vasconcelos (FPF)
Analista de Campo: Adriana Basílio Soares Baracho (CBF-PB)

Soesportes

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios