Prefeitura de João Pessoa já fechou 46 estabelecimentos que descumpriram decretos municipais

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) segue com a força-tarefa envolvendo diversas secretarias para fiscalizar os estabelecimentos que insistem em descumprir decretos municipais. Desde o início da ação, no dia 3 de maio, já foram 46 lojas fechadas, com 33 autuações emitidas e 127 notificações. Nesta terça-feira (12), a ação se concentrou nos bairros das Indústrias, Jardim Veneza e Vieira Diniz e fechou 7 estabelecimentos, autuou 2 e notificou 13.

“Estamos dando continuidade a essa fiscalização do cumprimento dos decretos municipais de isolamento social para prevenção e combate à Covid-19. São diversos pontos verificados, dentre eles, os parâmetros de acesso, controle de clientes, uso de máscaras de proteção, disponibilidade de álcool em gel, lavatório, entre outras normas para os locais que têm prerrogativa de funcionamento”, afirmou a secretária do Procon-JP, Maristela Viana.

A ação desta terça-feira ainda percorreu parques, praças e mercados públicos. “É uma ação conjunta em que todos os pontos dos decretos municipais são observados, como feiras livres que não podem estar funcionando desde o início dessa semana, além de estarmos sempre em contato com as pessoas que insistem em quebrar o isolamento social tão importante para evitar o surgimento de novos casos da doença”, complementou.

Decreto – A publicação estabelece o funcionamento dos serviços essenciais e determina uma série de recomendações a outros tipos de serviço, como bancos, lotéricas e supermercados. No Semanário Oficial estão disponíveis todas as normas do decreto municipal. Acesse: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/portal/wp-content/uploads/2020/05/2020_Edi%C3%A7%C3%A3o_Especial_01-05.pdf.

Força-tarefa – O trabalho de fiscalização é realizado pelas secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Planejamento (Seplan), Mobilidade Urbana (Semob), Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Vigilância Sanitária, Procon-JP e Procuradoria-Geral do Município (Progem).

Secom PMJP

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios