CMJP homenageia 20 mulheres com Diploma Mulher Cidadã “Ednalva Bezerra”

Homenagens foram realizadas na Câmara Municipal de João Pessoa e contemplaram 20 mulheres fcom diplomas pela atuação na luta em defesa dos direitos femininos

A secretária-adjunta da saúde do Município, Ana Giovana, a ex-vereadora Vera Lucena, a promotora de Justiça, Rosane Maria de Araújo, a professora universitária Joana Belarmino, além da representante da Organização de Mulheres Negras da Paraíba, Ivonildes Fonseca e médica Erica Rivenna estiveram entre as personalidades públicas homenageadas na tarde desta sexta-feira (13) com o Diploma Mulher Cidadã “Ednalva Bezerra”.

As homenagens foram realizadas na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e, ao todo, 20 mulheres foram agraciadas com diplomas pela atuação na luta em defesa dos direitos femininos. As autoras da sessão especial foram as vereadoras Sandra Marrocos (PT), Helena Holando (PP), Raíssa Lacerda (PSD) e Eliza Virgínia (PP), que não pôde comparecer ao evento.

A seleção das mulheres homenageadas foi feita por uma comissão formada por assessores e assessoras das parlamentares e representantes de várias entidades, como Bamidelê (Organização das Mulheres Negras da Paraíba), Coletivo Feminista Cunhã, Centro da Mulher 8 de Março, União Brasileira de Mulheres da Paraíba (UBM/PB), Prefeitura Municipal de João Pessoa e Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Os vereadores Thiago Lucena (PMN), Milanez Neto (PTB) e Marcos Henriques (PT) também indicaram representantes para a comissão, bem como indicaram nomes de algumas homenageadas.

Entre os momentos emocionantes da solenidade estiveram as homenagens prestadas às ativistas, já falecidas, Fernanda Benvenutty e Paula Oliveira. Em nome de Fernanda, que faleceu no começo de fevereiro deste ano, recebeu o Diploma Mulher Cidadão “Ednalva Bezerra” a atual coordenadora da Astrapa, Ana Beatriz, e, em nome de Paula, recebeu o diploma a mãe da ativista, Maria Brasil. A ex-vereadora e professora Vera Lucena também chegou a se emocionar ao ser homenageada por Sandra Marrocos e por seu filho e vereador Thiago Lucena. A secretária municipal das mulheres, Adriana Gonsalves Urquiza, também foi agraciada com o diploma.

Diploma e sua finalidade

O Diploma Mulher Cidadã “Ednalva Bezerra” representa o reconhecimento ao trabalho e luta de personalidades e entidades que, ao longo de suas existências, defenderam os direitos das mulheres em João Pessoa. As homenagens fazem parte da programação do mês de março, dedicado às mulheres.

Vereadores destacam importância das homenagens

O presidente da Câmara de João Pessoa, vereador João Corujinha (DC), que também participou da sessão, ressaltou que o Poder Legislativo Municipal atualmente está muito mais representado pela classe feminina com uma bancada de quatro vereadoras. Na opinião de Corujinha, a solenidade fez uma justa homenagem às mulheres.

A vereadora Sandra Marrocos destacou o empenho de todos os integrantes da comissão que fez a seleção dos nomes das mulheres homenageadas. De acordo com ela, o maior desafio é conquistar, cada vez mais, parceiros e parceiras que possam abraçar a causa e apoiar essa celebração. “O objetivo é celebrar e fortalecer no cotidiano a cidadania das mulheres”, acrescentou.

Já a vereadora Helena Holanda comentou que o plenário da Câmara estava repleto de mulheres guerreiras, vitoriosas, cada uma com sua história de vida, e que servem de exemplo para a sociedade. O vereador Marcos Henriques afirmou que o diploma é muito mais do que uma honraria. “É muito bom ver que as mulheres, cada vez mais, lutam com muita dignidade e gana por seus espaços”, enfatizou.

A vereadora Raíssa Lacerda disse que as homenageadas de Sandra e Helena eram também suas homenageadas. Raíssa argumentou a importância de as mulheres estarem unidas em busca dos seus direitos e espaços numa sociedade, ainda, muito “machista” e “preconceituosa”.

CMJP

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios