Setembro Amarelo: vereador faz chamado para a prevenção ao suicídio

O vereador Milanez Neto (PTB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão ordinária desta terça-feira (3), para lembrar que setembro é o mês de combate ao suicídio. O parlamentar realizou um chamamento para que a população, entidades e gestores públicos possam se mobilizar em prol do ‘Setembro Amarelo’, campanha de prevenção ao suicídio, além de anunciar que vai realizar uma sessão especial na Casa, próximo dia 17, às 15h, para discutir o assunto.

“As estatísticas revelam que jovens entre 15 e 30 anos são mais propensos a cometer suicídio sem motivos aparentes. É um dado que incomoda todo o mundo e João Pessoa já registra vários casos. Há quem avalie o suicídio como covardia diante da vida, no entanto, imagino que para tirar a própria vida é preciso ter muita coragem. Depressão pode levar ao suicídio, ela é doença e não escolha”, alertou Milanez Neto.

Além de convidar a sociedade civil e organizada a participar da sessão especial para tratar do ‘Setembro Amarelo’, o vereador destacou ser necessário engajar o máximo de pessoas e entidades, inclusive gestores e órgãos públicos. “Esperamos que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Promotoria da Saúde possam estar com a gente. Convidamos todos a participar do debate e a unir forças para participar da campanha de forma efetiva, pois precisamos ser mais solidários”, convocou o vereador.

Em aparte, Sandra Marrocos (PSB) problematizou uma questão tocante ao debate sobre o ‘Setembro Amarelo’, ao citar que “a saúde mental é municipalizada e temos um governo que defende a volta dos manicômios, algo ultrapassado”. Em seguida, Raíssa Lacerda (PSD) reconheceu a importância da CMJP realizar debates e palestras sobre a problemática. “Que possamos reunir gestores públicos e profissionais que atuam na prevenção e combate ao suicídio”, desejou Raíssa.

S

Tags

Assessoria

Com mais de 43 anos prestados à radiofonia paraibana, o radialista Cardivando de Oliveira iniciou a carreira em plena ditadura militar. Apresentador do programa BOM DIA PARAÍBA, na rádio Sanhauá, Cardivando é dono de uma audiência invejável.Cardivando Cavalcante de Oliveira, pessoense, radialista com mais de 50 anos prestados ao radialismo paraibano, iniciou a carreira no ano de 1964, em plena ditadura militar, no bairro da Torre, como locutor da Difusora Luso-brasileira, pertencente ao radialista Manoel Alexandre.Âncora do programa BOM DIA PARAÍBA, apresentado pela rádio Sanhauá, na freqüência AM 1.280, Cardivando foi o comunicador pioneiro, a colocar o ouvinte no ar através do telefone. No seu programa, são abordados diversos temas sempre com a participação do ouvinte. Dono de um estilo singular de fazer rádio, Cardivando de Oliveira é o criador do bordão: "Tu cai daí", ora utilizado por ele, sempre que um ouvinte comete um deslize, ou exagera num determinado comentário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios